A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), está intensificando as ações da campanha "Sobral Coração Solidário", que tem como objetivo arrecadar mantimentos, itens de cesta básica, material de higiene pessoal e de limpeza para a população em situação de vulnerabilidade social.

Quem deseja ajudar, pode deixar sua contribuição em um dos supermercados apoiadores da campanha ou ligar para o número (88) 99800-4577 e informar à equipe (coordenadoria de Direitos Humanos), que vai em domicílio recolher a doação.

Pontos de coleta

Pinheiro Supermercado (Junco e Centro)
Super Lagoa (Campo dos Velhos e Derby)
Assaí Atacadista
Atacadão
Hipermercado Rainha

Em meio à necessidade de suspensão dos serviços para a contenção da pandemia de Covid-19, as equipes dos programas sociais voltados para a Primeira Infância continuam, por meio das redes sociais, a estimular e orientar as famílias acompanhadas.

As ações visam ainda orientar as famílias a se prevenirem do coronavírus, através dos cuidados com a higiene.

Segundo a gerente de Proteção Social Básica da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), Luizyland Lima, seis facilitadoras do Programa Crescer Bem encaminharam atividades para 209 famílias por whatsapp; e para 19 através de telefonemas, totalizando 228 famílias atendidas. 

Já no Programa Criança Feliz, 15 visitadoras  encaminharam atividades de estímulo ao desenvolvimento infantil via whatsapp para 136 famílias; via telefone, para 51; e via Facebook, para 30 famílias.

Ainda segundo a gerente, o trabalho é dificultado pelo fato da maioria das famílias acompanhadas não possuírem acesso a telefone com internet, ou mesmo não possuem aparelho telefônico. Apesar disso, a equipe está criando soluções para manter o acompanhamento ao público, fortalecendo os vínculos entre cuidadores e as crianças e estimulando o desenvolvimento dos pequenos sobralenses.

Servidores da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas) e da Coordenadoria de Defesa Civil (Secretaria da Segurança e Cidadania) realizaram, nesta quinta-feira (26/03), visitas às famílias que correm risco de serem atingidas por inundações. As ações se concentraram no distrito de Taperuaba e nas margens do Rio Acaraú (Tamarindo e Santa Casa).

Em Taperuaba, foram visitadas 87 famílias; e na sede, 112 famílias que moram no entorno do rio. As visitas tiveram como objetivo a orientação de que atividades próximas à margem do rio sejam evitadas. Também deixaram as famílias de sobreaviso para a necessidade de remoção, caso necessário.

A equipe da Sedhas já articulou espaços para possíveis abrigos e a logística de transportes, levando em consideração as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre a Covid-19, de evitar aglomeração. A equipe estará permanentemente de sobreaviso até o final das chuvas para atender essa população.

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico (STDE), está realizando a entrega do PAA Leite, visando o abastecimento alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio da distribuição gratuita de leite, destinado a cestas básicas distribuídas nas escolas, abrigos, hospitais e outras instituições socioassistenciais cadastradas no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Leite).
 
Nesta quarta-feira (02/04), a STDE em parceria com o Mesa Brasil, ampliou a quantidade de leite distribuído, com a entrega 9.400 litros. A ação é uma iniciativa da Unidade de Apoio à Distribuição de Alimentos da Agricultura Familiar (UADAF), equipamento de segurança alimentar, coordenado pela STDE, através da coordenadoria da Agricultura e Pecuária.

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas) intensificou a abordagem para acolhimento social de pessoas em situação de rua.

A ação principal  destina-se ao retorno às suas famílias (incluindo de outros municípios), e o contínuo trabalho de restauração de vínculos desenvolvido pelos profissionais da Sedhas. Outra ação que se agrega é a busca ativa e convencimento para os espaços de acolhimento.

Em articulação com paróquias, casas de recuperação, comunidades terapêuticas, associações ,unidades escolares e unidades de saúde, a Sedhas estruturou espaços acompanhados por profissionais do sistema de proteção, destinando a cada espaço itens de limpeza, higienização e a garantia de 4 refeições/dia.

A Sedhas também ampliou a equipe de abordagem sob a coordenação do Centro Pop, que estuda o contexto dos diversos grupos de  pessoas em situação de rua e consolida estratégias de abordagem, acolhimento e acompanhamento.

A equipe de abordagem atua em períodos diurno e noturno todos os dias. Uma campanha de doação de itens de alimentos, limpeza, higiene pessoal está funcionando no centro de convenções coma coordenadoria dos Direitos Humanos que tem, entre outros objetivos, auxiliar as instituições e famílias que acolhem o público em questão.  Quem desejar doar pode entrar em contato através do telefone (88) 9 9800-4577.

A estratégia tem apresentado efeito positivo:  no final de fevereiro, tínhamos  82 pessoas em situação de rua. Hoje 69, ou retornaram as suas famílias ou estão nos acolhimentos temporários ou casas de recuperação:

- SAFS - 18;
- Escola José da Mata- 17;
- Casa Belém- 07;
- Instituto Reviver - 05;
- Retorno Familiar- Sobral 16;
- Retorno Familiar em outros municípios - 06; (01 Paraíba, 01 Morrinhos, 01 Moraujo, 02 Fortaleza, 01 Teresina).

Outras informações: (88) 3611-8236 (Centro Pop)