O Governo do Estado do Ceará, através da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas dos Direitos Humanos, e a Prefeitura Municipal de Sobral, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), realizarão o I Seminário de Educação em Direitos Humanos de Sobral. O evento será realizado nos dias 12 e 13 de abril, no auditório do SESI (Serviço Social da Indústria), localizado na Av. Dr. José Arimateia Monte e Silva, 1003 - Campo dos Velhos.

A articulação e organização do seminário no município de Sobral estão a cargo da Coordenadoria dos Direitos Humanos (CDH), da Sedhas, em parceria com o Fórum Permanente dos Direitos Humanos de Sobral, Liga dos Direitos Humanos do curso de Direito da UVA, Coletivo VRRÁ, Escola de Formação Permanente do Magistério e Gestão Educacional (ESFAPEGE), Comissão de Direitos Humanos da OAB – Sobral, Defensoria Pública Estadual e SESI.

Para o coordenador dos Direitos Humanos de Sobral, Chiquinho Silva, “o seminário é muito importante para esta área, pois pretende estruturar e delinear uma política para os direitos humanos no Estado. O evento tem o objetivo de capilarizar esta agenda de discussão nos diversos municípios”, falou.

Programação:

Dia 12

18h - Abertura, com intervenção cultural;
18h30min - Composição de mesa;
19h - Palestra magna com o tema "Democracia e Educação em Direitos Humanos" com a professora Lídia Walesca Bonfim Pimentel Rodrigues, doutora em Sociologia pela UFC, membro do Conselho de Defesa de Direitos Humanos do Estado e do Comitê Estadual de Educação para os Direitos Humanos do Ceará.

Dia 13

8h - Mesa redonda e painéis sobre “Experiências bem-sucedidas de Educação em Direitos Humanos”, mediada pelo defensor público Igor Barreto de Menezes Pereira. Os painéis tem os seguintes temas: “A Importância da educação sócio emocional para a Cidadania e Direitos Humanos”, com a professora Carmélia Aragão; “Comunicação para educação popular a partir da ação do educador nos coletivos juvenis”, com Jamieson Simões; e “Educação para a memória e verdade”, com o Prof. Dr. Alexandre Pinto Moreira.

Após o horário de almoço, a plenária será dividida em grupos temáticos, que serão facilitados por profissionais de cada área: I - Educação Básica; II - Educação Superior; III - Educação dos Servidores Públicos; IV - Mídia e Comunicação; V - Educação Popular; VI - Educação para a Memória e Verdade. Em seguida, a plenária será aberta para apresentação das propostas e escolha das prioridades.

Inscrições AQUI

(Portal da Prefeitura de Sobral)

O Conselho Municipal da Assistência Social (CMAS) de Sobral reuniu o seu colegiado na última quinta-feira (05/04), no Centro de Treinamento do Sumaré (Centresum) para realizar o planejamento anual de suas ações. O colegiado tem representações do governo municipal, das instituições conveniadas e dos usuários das políticas. Entre suas atribuições, está a função de fiscalizar a execução das políticas do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) no município.

Na ocasião, foi realizada uma roda de conversa para tratar sobre o Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS), foram instituídas as comissões temáticas e discutido sobre a atuação de algumas delas, também foram realizadas alterações no Regimento do Conselho.

O CMAS decidiu ainda que utilizará os meios de comunicação, como rádio, internet e redes socais, para divulgação da política de assistência aos usuários e ações de fortalecimento do trabalho dos profissionais do SUAS.

“O nosso objetivo é que utilizemos os recursos disponíveis para levar mais informação aos nossos usuários e, simultaneamente, trabalhar junto à gestão da política de assistência pela melhoria dos equipamentos e dos serviços oferecidos à população. Apesar do cenário econômico, temos contado com a boa disposição da gestão para ouvir as nossas demandas”, destacou a presidente do CMAS, Nara Luiza Silva Mota.

(Do Portal da Prefeitura de Sobral)

O secretário dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social, Júlio César Alexandre, e a coordenadora da Unidade de Gerenciamento de Projetos de Prevenção de Violências (UGPPV), Glória Ribeiro, receberam hoje (27/03), na SEDHAS, pesquisadores do Instituto Ayrton Senna para uma discussão sobre competências socioemocionais e manifestações de violência.

O Instituto Ayrton Senna é parceiro do município de Sobral na implantação das competências socioemocionais na Educação. Para isto, os pesquisadores estão visitando as secretarias municipais e coletando informações sobre o trabalho intersetorial relacionado ao tema da violência.

Na ocasião, foi discutido o trabalho de prevenção que a SEDHAS realiza através da Unidade de Gerenciamento do Projeto de Prevenção de Violências e como este trabalho se articula com a educação. A partir das informações oficiais, a UGPPV realiza o estudo das mortes violentas no município, elaborando um perfil das vítimas. Segundo a coordenadora da unidade, Glória Ribeiro, “há evidências de vulnerabilidades ligadas à questão escolar, pois os adolescentes vitimados pela violência fazem parte de um padrão que inclui evasão escolar, infrequência, baixa escolaridade dos pais, dentre outros fatores”, afirmou.

O secretário Júlio Alexandre destaca a importância do trabalho intersetorial no combate à violência. “A nossa experiência nos mostra que as políticas setoriais [sozinhas] já não dão conta da violência. Sobral vai muito bem nestas políticas, mas precisa avançar agora no campo da intersetorialidade para conseguir respostas concretas para este problema. Por isto, considero de extrema importância este diálogo com o Instituto Ayrton Senna”, falou.

A Prefeitura de Sobral tomou a decisão de incluir as competências socioemocionais no currículo da educação municipal, para trabalhar além das habilidades de leitura, escrita e cálculos, o desenvolvimento de valores, preparando as crianças e adolescentes para a melhoria dos relacionamentos interpessoais. As escolas já trabalham os conteúdos a partir deste ano.

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes, anunciou, durante coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (06/04), a abertura das inscrições para o Programa #ocupaJuventude. Este é o maior investimento da história do município em oportunidades para jovens de Sobral. O valor do programa, integralmente custeado pela Prefeitura, é de R$ 9,2 milhões. As inscrições poderão ser feitas no site www.sobral.ce.gov.br.

Ao todo, serão ofertadas quase 12 mil vagas à população de 14 a 29 anos de Sobral, distribuídas em 12 projetos que compõem o programa: Estágio Municipal, Inova Sobral, Robótica Educativa, Bolsa Universidade de Sobral, Bolsa Atletas de Sobral, Jovem Guarda, Sobral Empreendedor, Capacita Sobral (cursos de até 80hs), Qualifica Sobral (cursos acima de 80hs até 200hs), Sobral Profissionalizado (cursos acima de 200 até 1.400hs), Formação em Artes e Jovens Agentes Rurais. As oportunidades vão desde cursos profissionalizantes e capacitações à concessão de bolsas e estágios.

O evento que aconteceu na sede da Prefeitura contou com a presença do representante do SEBRAE, Regis Dias; do gerente do SENAC em Sobral, Fábio Morais; do representante do SENAI, Paulo Andre Holanda; do Reitor da Universidade Vale do Acaraú, Fabiano Cavalcante; da representante da Universidade Federal do Ceará (UFC), Viviane Queiroz; do mantenedor da Faculdade Luciano Feijão, Lúcio Feijão; do diretor da Uninassau, Luiz Sato; da pró-reitora do Uninta, Crisleny Carvalho; do representante da Federação das Indústrias, Sampaio Filho; do diretor regional da FIEC, Jocely Dantas; e do deputado federal, Leônidas Cristino. 

Segundo o prefeito, a coletiva teve o objetivo de contar com a ajuda da imprensa para divulgar e alcançar o maior número possível de jovens. A solenidade oficial de lançamento ainda terá data marcada.

Sobre os cursos, Ivo Gomes informou que “alguns têm data para começar e terminar e outros vão acontecer perenemente, mas as inscrições das turmas vão ser abertas e fechadas periodicamente, lembrando que no site da prefeitura, vai ter um link para cada um dos editais dos 12 projetos”.

Inscreva-se AQUI.

(Do Portal da Prefeitura de Sobral)