Servidores e usuários do Cras Aracatiaçu, unidade ligada à Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), realizaram nesta terça-feira (24/09) a "Caminhada pela vida', uma ação de mobilização e sensibilização por ocasião do Setembro Amarelo, mês de valorização da vida e prevenção ao suicídio.

Na ocasião, os servidores da unidade distribuíram laços da campanha e levaram mensagens sobre a valorização da vida. Cada participante da caminhada levava ainda uma placa de "Aceite um abraço" para promover a acolhida e o cuidado com as pessoas.

Visando contribuir com a campanha "Sobral cidade limpa", os grupos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), crianças de 6 a 9 anos de idade, do Centro de Referência da Assistência Social Ir Oswalda (Alto da Brasília) realizaram, nesta sexta-feira (20/09), uma ação de conscientização sobre a importância de manter o bairro limpo e saudável. A ação foi realizada com o apoio das orientadoras sociais Ana Érika e Ivanira Gadelha.

Segundo o coordenador do Cras, Felipe Porfírio, "a ação foi realizada visando colaborar com a manutenção da limpeza pública e refletir com os moradores sobre como ter um bairro mais saudável para toda a comunidade". Na ocasião, as crianças distribuíram calendários da coleta de lixo e conversaram com os moradores sobre a importância de por o lixo nas vias apenas no horário da coleta.

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas) e do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD), realizará, de 21 a 27 de setembro, a XI Semana da Pessoa com Deficiência, que terá como tema "Pessoa com deficiência - direitos, desafios e realizações".

A programação contará com exposição fotográfica, caminhada, sessão especial na Câmara dos Vereadores e a cerimônia de entrega do Selo de Acessibilidade, reconhecimento às empresas, entidades governamentais e instituições sociais que promovem a inclusão, em três categorias (Ouro, Prata e Bronze), de acordo com pontuação aferida por uma comissão do Conselho. Serão agraciadas, em 2019, a Faculdade Pitágoras, o Centro Clínico Plasfran, a Escola Edgar Linhares, o Serviço Social dos Transportes/Serviço Social da Aprendizagem no Transporte (SEST-SENAT), o Laboratório Clínico de Sobral, o CEI Jacyra Pimentel, a Defensoria Pública Geral do Estado, a Casa do Cidadão, a Escola de Música de Sobral e a Coordenadoria Regional da Educação (CREDE 6). 

Para o coordenador dos Direitos Humanos da Sedhas, Chiquinho Silva, "a realização de mais uma Semana da Pessoa com Deficiência, em parceria com o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, é uma forma de unir forças, governo e sociedade civil na construção de estratégias de superação dos desafios dos 43 mil cidadãos sobralenses com algum tipo de deficiência. A décima primeira semana será um momento de sensibilização da sociedade sobralense e tem o total compromisso da gestão em implementar políticas publicas efetivas para essa parcela da população, que passa a ser vista como sujeito de direitos".

A Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), por meio do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) Manoel Vieira Linhares e a Residência Multiprofissional em Saúde Mental realizaram nesta quinta-feira (19/09) uma blitz informativa abordando temáticas de prevenção ao suicídio, por ocasião do Setembro Amarelo. Durante a abordagem, as unidades divulgaram informações sobre trabalho infantil e a Campanha "Por Uma Infância e Adolescência sem Racismo".

A ação ocorreu no Mercado Público de Sobral e as intervenções aconteceram junto aos feirantes, permissionários e público em geral que acessa o espaço, com o objetivo de abordar a importância de proteger e cuidar das crianças e adolescentes. Os temas compreendem uma das principais pautas de trabalho das políticas de Direitos Humanos e Saúde, no momento.

"Trabalhar estas temáticas faz parte da necessidade de discuti-las com a comunidade em geral, dada a gravidade e necessidade de informar a população sobre como buscar ajuda. Temos alertado a população acerca da valorização e de encontrar estratégias para podermos trabalhar essas questões, protegendo as nossas crianças e adolescente. Já o trabalho infantil é uma prática impregnada na nossa sociedade, que prejudica o desenvolvimento. E a Infância e Adolescência sem Racismo é uma temática que estamos trabalhando em todo o município na busca por vencer e erradicar essa violência", afirma o coordenador do Creas, Jean Ávila Lopes.

 

Foi empossada, na terça-feira (17/09), os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI), para o biênio de 2019 a 2021. Na ocasião, foi eleita a nova Mesa Diretora do colegiado.

"O conselho, no meu humilde entendimento, é um instrumento relevante que deve ser ocupado pela sociedade civil organizada. Então, quando eu recebi o convite da Comissão da Pessoa Idosa da OAB [Ordem dos Advogados do Brasil, subseção Sobral] em vir participar desse conselho, fiquei muito feliz. E agora, que a comissão me elegeu presidente, eu tenho consciência de que essa não é uma posição de destaque, mas pelo contrário, uma posição de primeiro servir", afirmou o presidente eleito do CMDPI, Jean Marques de Morais, que é titular da OAB no colegiado.

O CMDPI foi criado pela Lei 1751, de 29 de maio de 2018, e tem função de órgão permanente, composto por igual representação do governo e da sociedade civil (paritário), consultivo e deliberativo (pode formular políticas para a pessoa idosa ou ser consultado e deliberar sobre estas políticas), com vinculação à Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas).