Aproveitando a campanha "Setembro Amarelo", de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, a Coordenadoria da Habitação da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas) realizou, na última segunda (03/09) uma ação de sensibilização sobre o problema no Residencial Nova Caiçara.

"A atividade foi realizada pensando em alertar as famílias sobre comportamentos que sinalizam o risco de suicídio", afirmou a psicóloga da coordenadoria, Thallyne Rosendo.

A ação reuniu cerca de 20 pessoas e contou com mobilização das técnicas da Coordenadoria, Socorro e Luana.

Conheça mais sobre as ações da Coordenadoria da Habitação AQUI.

A Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), por meio da Coordenadoria da Habitação realizou hoje (31/08) ação sobre cuidados com a saúde bucal para crianças do Residencial Nova Caiçara. A ação contou com parceria da Residência Multiprofissional em Saúde da Família (RMSF) e facilitação do dentista Weverton Quintela.

Além das técnicas de escovação adequada, as crianças receberam kits de saúde bucal e participaram de atividades lúdicas sobre o tema.

A atividade foi organizada pelas técnicas Amanda Pimenta, Antonia Eloina, Maria Valdenia e Thallyne Rosendo.

A Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), por meio da Coordenadoria dos Direitos Humanos e Câmara dos Vereadores de Sobral, promoveu uma audiência pública popular sobre políticas para a comunidade LGBT. O evento foi realizado no encerramento das atividades da 2ª Semana da Diversidade de Sobral.

"Promovemos um debate importante acerca das políticas públicas, legislação e direitos para a população LGBT em um momento de suma importância, ocupando a casa do povo para discutir sobre uma população ainda tão invisibilizada, além de homenagear pessoas de destaque pelas contribuições ao movimento LGBT sobralense", afirmou Chiquinho Silva, coordenador dos Direitos Humanos da Sedhas.

A 2ª Semana da Diversidade aconteceu de 27 de agosto a 01 de setembro e teve como ponto central das discussões os direitos da comunidade LGBT. No início da semana, a Coordenadoria dos Direitos Humanos lançou a campanha “Cidadania tem nome: o que eu escolhi para mim”, que trata sobre o uso do nome social e retificação nominal pelas pessoas transgêneros.

A audiência foi promovida com o apoio do vereador Romário Araújo. Também esteve presente no evento o vereador Zezão, representando a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Municipal.

Fotos AQUI
Outras informações AQUI

O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), ligado à Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), fornece atendimento à população em situação de rua, oferecendo escuta qualificada e serviços essenciais (banho, alimentação, dentre outros), além de encaminhamentos às outras políticas públicas.

Para acessar o serviço, qualquer pessoa que esteja em situação de rua pode procurar a unidade do serviço ou receber uma das equipes do Serviço de Abordagem Social que atuam nas ruas, durante o dia e nos turnos da noite, até às 22 horas. Ao ser atendido, o usuário passa por um processo de escuta qualificada para que sejam averiguadas suas principais necessidades. Se desejar, poderá ser encaminhado para casas de recuperação, para a Unidade de Acolhimento de Dependentes Químicos ou para os acolhimentos institucionais.

"O serviço tem uma importância para um público que ainda não se entende como sujeito de direito: por isto, além dos serviços diários, a unidade tem a grande responsabilidade de ajudar na organização e no acesso às políticas públicas de saúde, de documentação, dentre outras", afirma Brígida Lima, gerente de Proteção Social Especial.

O Centro Pop (localizado à Avenida Dom José, nº 2.139, Centro) está aberto à população de 8h e 12h e de 13h e 17h. 

Outras informações AQUI

A Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), por meio da Coordenadoria dos Direitos Humanos, realiza, nesta sexta-feira (31/08), uma audiência pública popular para debater o tema “Diversidade sexual e as políticas públicas para a população LGBT”, como parte integrante das ações da 2ª Semana da Diversidade. O evento, aberto ao público, ocorrerá na Câmara Municipal de Sobral, a partir das 17 horas.