O Serviço de Abordagem Social da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas) realizou, nos dias 31 de julho e 1º de agosto, abordagens aos feirantes que ficavam na calçada do Mercado Público a fim de colaborar com a reorganização do espaço e melhorar as condições sanitárias e sociais para os trabalhadores. A ação foi solicitada pela gestão do Mercado, coordenada pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico (STDE).

Com o reassentamento dos ambulantes que ficam nas calçadas do Mercado, a partir de um cadastro de adesão, estes passarão a comercializar dentro do equipamento, em boxes ofertados pela Prefeitura de Sobral. A partir do dia 12 de agosto todas as calçadas em torno do Mercado estarão liberadas e os ambulantes operando como permissionários na área interna.

Segundo o coordenador do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), Jean Ávila Lopes, "a ação ajuda a melhorar as condições sociais do espaço e também ajuda a prevenir situações de trabalho infantil". Além do Creas, a ação contou com o apoio dos Centros de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro Pop) e do Cras Ir. Oswalda.