A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), através da Coordenadoria dos Direitos Humanos e Instituições de Ensino Superior de Sobral, realizaram, nesta quarta-feira (26/09), no auditório central da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA - Campus Betânia), o I Colóquio Institucional de Extensão Universitária, Educação Superior e Direitos Humanos. 

Docentes e alunos das instituições, servidores públicos e membros de movimentos sociais prestigiaram o colóquio que discutiu o tema "A formação profissional para atuação em Direitos Humanos e políticas públicas".

"Nós constituímos, há três meses, este GT [grupo de trabalho], com várias universidades públicas e privadas. O GT foi planejado pela Coordenadoria dos Direitos Humanos como uma estratégia para pensar uma ação de extensão em direitos humanos, para juntar produção da ciência com o que é vivenciado nos territórios", afirmou Francisco Silva, coordenador dos Direitos Humanos da Sedhas.

Durante o evento, foi lida uma carta que oficializa a criação do Grupo de Trabalho sobre Direitos Humanos, Ensino Superior e Extensão Universitária. Representantes das instituições de Ensino Superior assinaram o termo.

Fizeram parte da iniciativa a Universidade Federal do Ceará (UFC - Sobral), a Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), o Centro Universitário Inta (Uninta), a Faculdade Luciano Feijão, a Universidade do Norte do Paraná (Unopar), a Universidade Pitágoras, a Faculdade Alencarina (FAL), além do Projeto Travessias (UFC) e Liga Acadêmica dos Direitos Humanos (LADH/UVA).