A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), em parceria da Secretaria da Cultura, Esporte, Juventude e Lazer (Secjel) e Instituto Ecoa, encerrou, nesta sexta-feira (23/11), a II Semana da Consciência Negra de Sobral, com a mostra "Negritude Infinita", na Casa da Cultura e com Show do "Balaio da Preta", no Largo do Rosário.

No penúltimo dia da Semana (22/11), a Coordenadoria dos Direitos Humanos realizou um encontro com os Povos de Terreiro de Sobral. "Foi uma roda de saberes com os Povos de Terreiros de religião de matriz afro-brasileira: conhecemos três olhares latentes. Primeiro, um olhar sobre os Povos de Terreiros como um patrimônio histórico, cultural e imaterial; segundo, um olhar para as vivências da espiritualidade do povo negro com suas dores, intolerâncias, conflitos, alívios, entregas e, por último, o olhar da irmandade, da partilha, do encontro, do empoderamento e resistência dos povos de religiões de matriz afrobrasileira e africanas", afirma Chiquinho Silva, coordenador dos Direitos Humanos da Sedhas.

A programação reuniu 50 representantes de vários grupos de capoeira (Cordão de Ouro, Besouro, Legião Brasileira, Capoeira Brasil, Herança Cultural, Pura Arte de Capoeira, Capoeira Nagô e Fundação Arte Brasil). O grupo discutiu estratégias para superação dos desafios e dificuldades dos grupos de capoeira e formas de evidenciar e fortalecer o trabalho da comunidade capoeirista.

Veja imagens da Semana AQUI.